quinta-feira, 6 de maio de 2010

Poemas Urgentes: Fecha as pernas, minina!


Fecha as pernas minina,
Tá todo mundo vendo...
Pensa alto não!
Tem tanta gente morrendo!
Eu sei que ocê é muié séria,
Às vezes doce, às vezes brava.
De vez em quando chora calada
E também, se deixa guardado,
O grito, no peito, sai e explode.
Pensa muito não!
Vai lá, faz, vive, seja feliz.
Canta meu bem, no meu ouvido,
Eu deixo você dizer as coisas erradas,
E depois corrigir.
Eu sempre te amei!
Pensa assim não!
Olha, você está em mim,
Eu te procuro e te vejo,
No meu sonho, na minha vida,
Na minha cama, na minha boca,
Na minha garganta, no meu coração.
Fecha as pernas!

Um comentário:

  1. gostei muito deste poema, muito legal a foto...

    ResponderExcluir